Zeitgeist – Religião: “A maior história já contada”

Inauguramos hoje o Blue Cube!

Hoje o Z-and-I traz até vocês um trecho do polêmico documentário “Zeitgeist”.

O referido trecho trata sobre religião, um assunto que é capaz de produzir fenomenais discussões apaixonadas sem que qualquer um chegue de fato a um consenso. Acontece que contestar a crença religiosa tem-se tornado importante nos dias de hoje. A fé religiosa torna as pessoas cegas a questões morais simples e às bases mais fundamentais do conhecimento, jogando a pessoa em um ciclo interminável de auto-negação e submissão.

Estudar religião de uma forma racional e lógica é um exercício extremamente saudável e, diria mais, científico. Diversos intelectuais, entre eles o professor de Oxford Dr. Richard Dawkins, um dos maiores intelectuais de nossa época e Bill Mahers, comediante conceituadíssimo e árduo crítico da religião, têm-se preocupado em demonstrar os perigos e a nocividade da religião. O best-seller “Deus, um delírio”, o qual é um excelente livro, demonstra, com uma pureza científica que beira a arte, os perigos da religião. “Religulous”, documentário de Mahers, mostra-nos o lado ridículo da religião e o quão irracionais e injustificados são os motivos que levam as pessoas aos atos mais absurdos.

Convido-os a reverem seus pontos de vista após estudarem sobre o assunto, como eu mesmo fiz. Leiam livros prós e contra a religião e tirem suas próprias coclusões. Os trechos do documentário que mostrarei a vocês visam apenas a elucidar alguns fatos e não a converter alguém, por mais que eu não esconda que ficaria feliz caso isso acontecesse.

O vídeo que trago a vocês demonstra algo simplíssimo do mesmo modo simples: de onde vem o mito de Jesus Cristo? Pois sim, Jesus Cristo é um mito. O vídeo mostra-nos com precisão de onde veio tal lenda.
Friso que todas as informações que constam no vídeo são verídicas e fruto de um trabalho de investigação histórica e astronômica interessantíssimos. Os fatos astronômicos, assunto de meu domínio, são perfeitamente verídicos. Quanto as informações históricas, em uma rápida pesquisa pude confirmar boa parte os fatos aqui apresentados.
Com vocês o capítulo religioso de “Zeitgeist”, em três partes.

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

Esperamos que tenham gostado. Com todo o apreço, equipe ZaI.

Anúncios

Diz aí o que você achou:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s