O Carnaval! – A maior festa brasileira

Chegamos a esta quarta-feira de cinzas, o fim do carnaval (exceto para os da minha raça: baianos). A partir de hoje os gringos começam a sair do país e voltam a achar que somos todos membros de uma tribo Potiguara ou algo do tipo.

https://i1.wp.com/www.50minutos.com.br/wp-content/uploads/2009/02/carnaval_mascara.gif

A verdade é que esta grande festa está se tornando cada vez mais enfadonha. Parte do “pão e circo” moderno, o carnaval é, na teoria, a festa da liberação, da fantasia, da sexualidade. É o momento em que você pode se libertar de seus problemas mundanos e simplemente ser feliz e se divertir sem restrições morais. Graças a isso, o carnaval é sempre campeão em acidentes e outubro/novembro são campeões em aniversários.
Fora as festas populares, o grande “carro-chefe” do carnaval são os desfiles das escolas de samba, especialmente do eixo Rio-São Paulo, que são, para o mundo, a grande representação do grandioso carnaval brasileiro, a cultura “do povo”.
Mas que povo há nisso?
Fora os que se matam, gastam dinheiro, esforço e moram em suas casa humildes, não há “povo”. Essas pessoas são aquelas que se desfilam na “passarela do samba” para um bando de ricos almofadinhas terem o deleite de ver o espetáculo e nós, de nossas confortáveis poltronas, possamos ficar ouvindo durante 1h 30 min a MESMA música cantada de forma repetitiva.
Obviamente a pessoa que está lá desfilando com uma fantasia altamente pesada GOSTA de estar lá, e não é ironia, basta perguintar a um deles. Isto, na minha opinião, não passa de uma degradação moral, diminuindo a força do povo, rebaixando-os a meros bobos-da-corte, com o objetivo de manter a atenção de todo o país em um pedaço de avenida onde desfilam carros majestosos, modelos exuberantes e, é claro, o povo humilde.
Continuo não gostando do carnaval de elite, muito menos deste modo de ignorar os problemas que povo brasileiro tem.
A hora de rever os conceitos já passou, espero que EU não sofra as conseqüências e, para isso, vou continuar meus estudos.
Abraços a todos!

Anúncios

Um comentário sobre “O Carnaval! – A maior festa brasileira

  1. Olá pessoinhas…
    Acredito que o Carnaval de atualmente está muito banalizado,mostrando mulheres nuas que exibem seus fartos peitos de silicone se achando as ‘boazudas’ do pedaço.Está em puro marketing.
    Antigamente não era assim pelo que consta na história,tinha a festa do povo,mas nada de ostentação,era apenas uma brincadeira como um baile de fantasias,algo saudável e não visando apenas grana e status.
    Os estrangeiros acham que nosso país é uma merda justamente por causa da imagem que passam,essas emissoras cujos nomes todos sabemos não é mesmo? ;)
    São elas que promovem chinelagem,pra elas vale a pena uma massa de ignorantes facilmente manipulados como você disse numa repetição do antigo Pão e Circo de Roma.
    Muitos trouxas caem que nem patinhos nesse trololó de sempre e não possuem o mínimo de cultura,gostando de ver um bando de bundas,vulgarizando a mulher e nosso país,pintando mulheres como vagabundas e homens como otários cornos mansos.
    Para mim Carnaval decente é o de Veneza,são máscaras,é bonito de se ver.
    Bom,acabei meu discurso.Taí porque odeio o Carnaval e prefiro fugir dele.
    Muito boa a matéria Lucas,valeu guris,continuem assim!
    Beijos ;*

Diz aí o que você achou:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s