Especial Machado de Assis

Especial 100 Anos – Joaquim Maria Machado de Assis.

Hoje, 29 de Setembro de 2008. Faz 100 anos que o grande escritor brasileiro Machado de Assis faleceu.

Nasceu na “capital das praias brasileiras”, Rio de Janeiro. Dia 21 de Junho de 1839, hoje, se estivesse vivo, teria 169 anos.

Machado de Assis foi um grande escritor do Brasil, ele tinha influências para escrever em William Shakespeare e José de Alencar. Juntamente com as influências dele, pessoas começar a escrever sob a influência de Machado de Assis como os grandes nomes Carlos Drummond de Andrade, Graciliano Ramos e Cyro dos Anjos.

Além de um grande escritor, ele sabia jogar Xadrez muito bem. Também escriva peças de teatro. Seus principais contos eram “O Alienista” e “Missa do Galo”. Seus livros românticos marcavam muito, como o livro “Helena”, “Quincas Borba”, “Dom Casmurro”.

Uma das suas pricipais atividades que marcou o Brasil, foi ser o primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras.

Senhores, Investindo-me no cargo de presidente, quisestes começar a Academia Brasileira de Letras pela consagração da idade. Se não sou o mais velho dos nossos colegas, estou entre os mais velhos. É simbólico da parte de uma instituição que conta viver, confiar da idade funções que mais de um espírito eminente exerceria melhor. Agora que vos agradeço a escolha, digo-vos que buscarei na medida do possível corresponder à vossa confiança. Não é preciso definir esta instituição. Iniciada por um moço, aceita e completada por moços, a Academia nasce com a alma nova e naturalmente ambiciosa. O vosso desejo é conservar, no meio da federação política, a unidade literária. Tal obra exige não só a compreensão pública, mas ainda e principalmente a vossa constância. A Academia Francesa, pela qual esta se modelou, sobrevive aos acontecimentos de toda a casta, às escolas literárias e às transformações civis. A vossa há de querer ter as mesmas feições de estabilidade e progresso. Já o batismo das suas cadeiras com os nomes preclaros e saudosos da ficção, da lírica, da crítica e da eloqüência nacionais é indício de que a tradição é o seu primeiro voto. Cabe-vos fazer com que ele perdure. Passai aos vossos sucessores o pensamento e a vontade iniciais, para que eles os transmitam também aos seus, e a vossa obra seja contada entre as sólidas e brilhantes páginas da nossa vida brasileira. Está aberta a sessão. (Machado de Assis, 1897)

Hoje, faz 100 anos que Machado de Assis morreu.

Anúncios

Um comentário sobre “Especial Machado de Assis

Diz aí o que você achou:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s